Propriedades da Chia

A chia, ou Salvia hispanica L, é uma semente que tem uma origem antiga: era utilizada pelos maias e astecas para melhorar a resistência física.

Esta semente possui uma quantidade elevada de ácidos graxos ômega-3, de antioxidantes, de fibras e de proteína.

O ômega-3 atua na redução dos níveis de colesterol, de triglicérides e no controle da pressão arterial, favorecendo, assim a saúde cardiovascular.

A chia também contém compostos fenólicos. Estes compostos tem função antioxidante, ou seja, evitam que as células sofram muitos danos. Sua ação antioxidante é devida à presença de substâncias como a micetina, a quercetina, o kaempfenol e o ácido cafeico.

Para a dieta do adulto, o perfil proteico presente na chia é completo. Tanto a proteína como as fibras presentes podem ajudar na sensação de saciedade.

Falando mais especificamente das fibras, além da melhora na saciedade, seu consumo tem efeitos benéficos na prevenção de doenças crônicas, como as doenças cardiovasculares e o diabetes tipo 2, por exemplo. Quando mergulhadas em água, as sementes liberam uma espécie de gel, que ao ser consumido, produz uma barreira física, promovendo uma conversão lenta dos carboidratos, acarretando uma digestão mais lenta também.

O consumo da chia deve fazer parte de uma dieta saudável, considerando as necessidades e características individuais, aliado à prática de atividade física.

Sempre consulte um nutricionista para saber o que é indicado para você!

Referência:

Coelho MS, SALAS-MELLADO MM. Revisão: Composição química, propriedades funcionais e aplicações tecnológicas da semente de chia (Salvia hispanica L) em alimentos . Braz J of Food Tech. 2014; 17 (4): 259-68.

 

Carolina de O S Diniz

Deixe uma resposta