Comunicação como ferramenta de trabalho

A intervenção nutricional nos remete a repensarmos nos vários fatores diretamente ligados ao paciente, como: biológico, cultural, social, econômico, étnico, religioso entre outros. Dessa forma, a reeducação alimentar requer outro saber fundamental, de como transmitir a mensagem ao paciente sem que ele esqueça antes mesmo de chegar em casa. O receptor recebe a mensagem, assimila e deve compreendê-la.

Um erro clássico de profissionais da nutrição é acreditar que o paciente está pronto para receber, assimilar e compreender a mensagem. Essa, por sua vez, deve ser simples e curta. Mesmo que a consulta tenha duração de 1 hora, deve-se pensar que uma só mensagem pode ser assimilada, porem isso não significa que não devemos transmitir outras mensagens. Se uma mensagem por consulta for assimilada nossa comunicação teve sucesso.

Dessa forma, a adequação da linguagem é outro fator fundamental para o sucesso da assimilação e compreensão da mensagem. Conhecer o paciente se faz necessário para adaptarmos a linguagem. Alguns cuidados devem ser tomados principalmente com termos técnicos, gírias ou infantilização da linguagem. Falar demais fica cansativo para quem ouve, frases sem consistência passam insegurança. A comunicação é a principal ferramenta do profissional de nutrição por isso deve ser cuidadosamente estudada e analisada.

 

Maria Lucia da Silva Luna

One thought

Deixe uma resposta