7 ideias para começar 2017 com o consultório cheio

Início de ano é sempre assim: uma certa ansiedade para evitar os erros do ano anterior e uma grande esperança de que o consultório fique sempre cheio. Mas para isso, é preciso criar oportunidades. Por isso nós separamos 7 ideias para começar 2017 com o pé direito. Do marketing digital à otimização das consultas, veja como não só conseguir mais clientes como fidelizar os que você já tem. 

1. Personalize seu atendimento

Da padaria onde compra o pãozinho de manhã à agência onde você troca o carro, todo mundo gosta de ter um atendimento personalizado: ser chamado pelo nome, ser ouvido, ter seu problema reconhecido, ter sugestões assertivas, ter a melhor experiência possível. No atendimento nutricional não é diferente, o cliente quer um profissional ético e competente, mas também quer ser conquistado. Por mais corrido que esteja o seu tempo, faça cada um deles sentir-se especial, dando a atenção que merecem. Para isso, uma boa dica é ouvir com atenção o que ele tem a dizer, sim, mas também reunir o máximo de informações em uma única plataforma de acesso fácil e rápido para se inteirar de cada caso antes da consulta começar.

2. Crie um relacionamento de parceria

O índice de adesão ao tratamento aumenta bastante quando o cliente sente que o nutricionista, mais do que um profissional, é um verdadeiro parceiro em sua luta para abandonar antigos hábitos. A reeducação alimentar pode ser bastante difícil para algumas pessoas, que se sentem fortalecidas sabendo que podem contar com o apoio do nutricionista. Para isso, procure estar sempre presente mesmo fora do horário das consultas, através de chats, respondendo vidas, sugerindo cardápios e prestando toda orientação necessária.

3. Use as redes sociais para criar uma aproximação

Código de Ética em Nutrição é bastante rígido na proibição de qualquer sensacionalismo ou autopromoção, mas você pode usar as redes sociais como uma excelente estratégia de marketing digital. Faça pequenos posts com dicas sobre alimentação saudável, saúde, cuidados com a alimentação após os 40 anos, casos especiais como diabéticos e hipertensos e muitos outros assuntos relacionados. Mostre a sua expertise e torne-se referência. Evite colocar fotos de pacientes (apenas com autorização expressa, mas jamais para autopromoção) e não faça propaganda de marcas ou produtos, nem dê consultas online.

4. Faça um planejamento financeiro

Sim, ele também ajuda a atrair clientes. Um consultório de nutrição é um negócio também, e um bom planejamento pode não apenas evitar surpresas desagradáveis no final do mês, mas se reverter em melhorias para os próprios pacientes, gerando mais conforto na sala de espera, por exemplo, ou até indo para um consultório maior.

5. Otimize suas consultas automatizando rotinas

O principal foco de uma consulta é o paciente, por isso deve ser dele a atenção na maior parte do tempo. No entanto, muitos nutricionistas acabam perdendo minutos valiosos preenchendo anamneses e avaliações antropométricas, por exemplo, quando esta e várias outras rotinas podem ser automatizadas por um bom software de nutrição.

Fora do consultório, você também ganha mais tempo na elaboração das Listas de Substituição e no cálculo das dietas, além da atualização do perfil dos pacientes, já que todas as informações podem ser adicionadas de forma muito mais rápida e automática.

Além disso, como o sistema é baseado em nuvem, você pode acessar e modificar essas informações a em qualquer lugar e momento, o que também agiliza a troca de dados com outros profissionais de saúde em caso de necessidade ou uma orientação ao paciente. Com todos os dados reunidos em um só lugar, inclusive resultados de exames, suas intervenções são muito mais assertivas. 

6. Faça parcerias com outros especialistas

Outra boa ideia é fazer parcerias com outros especialistas – como clínicos, gastroenterologistas, psicólogos, fisioterapeutas e professores de educação física, por exemplo – que poderão encaminhar um paciente diretamente para você sempre que houver necessidade. Busque cooperação também de clubes, associaçõesacademias e escolas que também podem indicar novos clientes. 

7. Ofereça soluções

Sempre que um cliente procura um profissional ele está em busca de solução para o seu problema, então esteja apto a fornecê-la. Um bom nutricionista cativa seus clientes explicando como e por que pode ajudá-lo em linguagem de fácil compreensão, sem arrogância, falta de paciência ou termos muito técnicos. Mostre que você pode oferecer a solução, mas que ela só será possível com a sua adesão total ao tratamento. Mostre que você está ali para ajudá-lo e que o acompanhará durante todo o percurso: não o deixe sentir-se sozinho ou diminuído, situação comum para quem tem problemas de baixa autoestima. Mostre que poderá estar sempre presente através de um aplicativo para nutrição que vai potencializar a interação entre vocês e o acompanhamento do tratamento. 

Seguindo essas dicas você estará no caminho certo para ter seu consultório sempre cheio de pacientes, durante todo o ano! 

Nada melhor para fidelizar clientes e economizar tempo do que um bom software de nutrição – e o Dietbox é o mais completo do mercado. Faça um período de experiência gratuito e descubra por que tantos nutricionistas estão optando pelo Dietbox!

Deixe uma resposta