Como o nutricionista pode agilizar a consulta e melhorar o atendimento

A consulta com um nutricionista não possui a mesma dinâmica de uma consulta médica. O contato com o paciente e sua história é muito mais profunda e consequentemente o tempo de atendimento será maior. Obter os hábitos alimentares, trocar informações e realizar medições no paciente são itens fundamentais da consulta para que bons resultados sejam obtidos. Além disso, o relacionamento com o paciente após a consulta pode ser um diferencial para o sucesso do acompanhamento e para diminuir a taxa de desistências.

>> Descubra como a tecnologia pode te ajudar a aumentar e melhorar o relacionamento com seus pacientes. Baixe gratuitamente nosso E-BOOK AQUI! <<

Diferentes públicos

O profissional nutricionista atende diferentes tipos de público, são eles:

  •     Crianças
  •     Adolescentes
  •     Adultos
  •     Idosos
  •     Gestante
  •     Atletas

A consulta de uma criança, é totalmente diferente da consulta de uma gestante; portanto, confira a seguir como agilizar e potencializar o atendimento de cada um desses públicos:

Crianças

Para realizar o atendimento às crianças, é muito importante que os pais estejam juntos, pois crianças dificilmente conseguirão descrever a quantidade ou a qualidade dos alimentos ingeridos. Além disso, quando as crianças têm os pais por perto, elas se sentem mais seguras e confiantes. Os pais também podem ajudar fornecendo informações mais complexas que não poderiam ser dadas por elas.

A criança deve ser instruída de forma lúdica para que ela aprenda sobre a sua alimentação enquanto se diverte. Isso aumentará a sua cooperação e engajamento com o novo plano alimentar. Para esse tipo de público é interessante disponibilizar papeis com imagens para que as crianças levem para casa e desenhem os alimentos. Existem diversas empresas que fornecem esse tipo de material, desenhos com formatos de pratos, vegetais para colorir, entre muitas outras opções. Esses entregáveis farão com que a criança se interesse pela alimentação.

Adolescentes

Ao contrário do que ocorre com as crianças, a melhor forma de melhorar o atendimento de um adolescente é pedindo para que ele entre sozinho, sem a presença dos pais, que tendem a inibir o comportamento do adolescente, além de cortarem a conversa entre nutricionista e paciente. Ter jogo de cintura, entender as gírias e ter um contato mais direto fará com que o adolescente confie em você e passe as informações de maneira mais qualitativa.

Nesses casos, a parte mais difícil é fazer o adolescente se interessar pela alimentação e ver a importância disso. Normalmente esse público não gosta de disponibilizar tempo para “temas de casa”, então ter uma opção em que ele possa apenas tirar foto do que consome e enviar para você é uma saída. Dessa forma no próximo encontro você terá de forma palpável o consumo desse adolescente e ele ficará engajado.

Adultos

Para atender adultos é preciso estar atento para que a consulta não se torne um bate-papo. Deixar a pessoa confortável é uma excelente estratégia para extrair informações úteis para a elaboração do plano alimentar; muitas vezes os adultos nem se dão conta de que durante uma conversa passam praticamente todas as informações necessárias para que o nutricionista possa trabalhar.

Para fidelizar esse paciente adulto, é necessário pensar em algo que não ocupe tempo entre as consultas, então, assim como para os adolescentes, o envio de fotos é uma saída que pode dar certo. Disponibilizar um contato direto, onde você pode dar respostas rápidas para o paciente também pode ser uma solução, pois a rotina corrida faz com que, caso o paciente saiba que a resposta não virá na hora, ele desista de perguntar e não siga o que foi prescrito.

Idosos

Os idosos são sem dúvida um público especial. Quando for atender um idoso, o nutricionista precisa antes de tudo de paciência. Devido às perdas fisiológicas, como audição, visão, e gustação, por exemplo, é necessário um contato mais direto com o paciente, ou seja, mais atencioso. É possível falar mais alto, repetir mais de uma vez a mesma pergunta, e caso o idoso tenha que responder algumas perguntas de maneira escrita, a fonte nesse papel deve ser grande o suficiente para que ele enxergue o conteúdo com clareza.

Pacientes idosos de forma geral não costumam utilizar a tecnologia, então o contato entre consultas com esse público deve ser feito de forma mais tradicional. Podem ser entregues tabelas para que ele escreva o que consome entre as consultas e traga no próximo encontro. A leitura dessas tabelas juntamente com o paciente fará com que ele se sinta cuidado e a “obrigação” de anotar o que consome fará com que ele se atente a isso e se esforce.

Gestantes

Gestantes que procuram por nutricionistas muitas vezes estão sensíveis e isso requer um atendimento mais humano, ou seja, menos automático. Comparações com outras gestantes – sem citar nomes, é claro, podem ser feitas. Possuir uma cadeira confortável, assim como um ambiente agradável é mais do que obrigação para atender a gestante com qualidade.

O suporte para essas pacientes pode ser feito via chat, pois normalmente elas desejam ter o máximo de informação que possa trazer benefícios para a gestação e para o nenê. Responder de forma rápida, nesse caso, pode ser um diferencial.

Atletas

Geralmente atletas já chegam ao consultório com opiniões formadas e solicitando fazer uso de suplementos e afins. Para atender atletas o nutricionista além de entender sobre fisiologia e suplementação, precisa também ter conhecimento sobre o esporte que o atleta está praticando, somente dessa maneira os resultados qualitativos irão aparecer e deixarão o paciente feliz.

Atletas também necessitam de precisão. Mais uma vez, a opção de envio de fotos das refeições entre as consultas pode ser uma solução nesse caso. Com essa informação você consegue mostrar para o paciente o porquê de seus resultados estarem adequados ou não. Esse perfil de paciente também não se incomoda com o tempo gasto preenchendo tabelas ou anotando consumo, pois isso é de grande importância para ele. Tire vantagem disso para dar um retorno mais preciso.

>> Quer conhecer o Dietbox gratuitamente? Acesse www.dietbox.me e faça seu cadastro! <<

Dicas gerais para todos os públicos

Além das dicas dadas de maneira isolada para cada tipo de público, as orientações a seguir podem ser utilizadas para todos os tipos de paciente, confira:

  • Uma secretária eficiente que auxilie no cadastro de funcionários e preencha anamneses pós-consulta é muito importante.
  • Não tolerar pacientes que se atrasam sem aviso prévio; diminuir seu tempo de consulta é uma forma de respeito ao próximo paciente que chegou no horário.
  • Possuir um software para elaborar dietas e também cálculos antropométricos é algo mais do que essencial.
  • Tenha em mãos um catálogo de alimentos com seus nutrientes, isso facilitará a montagem de planos alimentares individuais.

Embora a nutrição seja uma área complexa, é possível agilizar as consultas e ainda potencializar sua qualidade, as dicas aqui dadas são provas disso.

Gostou das dicas? Compartilhe o texto! Faça com que essas informações cheguem a mais nutricionistas.

Deixe uma resposta