Como se atualizar profissionalmente em 2016

A atualização profissional é essencial em qualquer área de atuação e na área de saúde ela se torna ainda mais importante. Afinal, o profissional está sempre preocupado em oferecer o melhor ao seu paciente e, para isso, tem que estar atualizado quanto às novidades das pesquisas feitas na área da nutrição.

Além disso, o profissional atualizado tem mais chances de conquistar uma vaga com remuneração melhor ou na empresa que sempre sonhou em atuar. Por isso, investir em qualificação profissional é uma forma eficaz de progredir na carreira.

4 dicas de como se atualizar em 2016

1 – Pós-graduação

Uma das melhores maneiras de se especializar e atualizar é fazer uma pós-graduação, seja mestrado, seja doutorado ou lato sensu. Mestrado e doutorado podem ser encontrados gratuitamente me universidades federais e estaduais. Vários deles oferecem bolsa de estudo. Já o lato sensu, em sua maioria, é pago, mas há alguns gratuitos. Eles são oferecidos pela Universidade Aberta do Brasil, que é do governo federal, em parceria com instituições públicas.

Há também outros gratuitos que são subsidiados pelo ministério da saúde, entre outros. a Fiocruz é uma das instituições que oferecem especialização gratuitas, a distância ou presencial, na área de saúde. Em seu site é possível ver a lista completa. A USP também conta com um curso de especialização gratuito semipresencial na área de saúde. A segunda turma está programada para 2016.

2 – Seminários, congressos e afins

Participar de palestras, seminários e congressos, além de servir para se atualizar sobre as novidades das pesquisas em nutrição, é uma ótima maneira de realizar contatos na área. Os pesquisadores que dão palestras, muitas vezes, orientam em cursos de mestrado por exemplo. Além disso, os profissionais eu vão a este tipo de evento podem ajudar até na recolocação profissional ou, quem sabe, dividir um consultório e recomeçar.

3 – Feiras

Feiras com produtos da área também são interessantes, para conhecer os novos suplementos e produtos da área. Muitas delas são gratuitas e contam com palestras que também ajudam na atualização profissional.

4 – Cursos de curta duração

Eles também ajudam no conhecimento e enriquecer o currículo. Embora os cursos presenciais ainda sejam uma das principais opções para profissionais, eles têm custos de inscrição, deslocamento e estadia. Por isso, caso você não tenha condições de arcar com esses gastos, pode aproveitar os cursos a distância pagos ou gratuitos.

O mesmo site da Fiocruz, que oferece especialização, tem cursos gratuitos presenciais na área de saúde. Há também a Universidade Nacional do SUS que abre frequentemente diversos cursos gratuitos a distância com certificado. Ela é do Ministério da Saúde e fornece tanto cursos específicos para profissionais da área, quanto os abertos a toda a população. Sempre há alguns recebendo inscrições. A lista completa pode ser vista no site. Neste mesmo site, às vezes, há curso de especialização com inscrições abertas. São gratuitos , mas específicos para profissionais que estão atuando.

Gostou das dicas? Então compartilhe o post com os seus colegas e comece a se atualizar hoje mesmo! 

Deixe uma resposta