Como orientar pacientes idosos a serem mais saudáveis

É importante ter atenção com a alimentação durante toda a vida, mas cada fase demanda alguns cuidados específicos. Quando uma criança entra no consultório de um nutricionista, por exemplo, é esperado que o profissional inclua no cardápio alimentos que ajudem a garantir um bom desenvolvimento físico ao paciente.

Já quando o paciente está na terceira idade é importante que o cardápio montado apresente nutrientes que contribuam para o bom funcionamento do organismo. O nutricionista pode desempenhar um papel fundamental no bem estar de pacientes idosos. Para isso, é preciso que o profissional tenha conhecimento sobre quais são os alimentos essenciais para esta fase da vida. Saiba mais:

O que incluir no cardápio de pacientes idosos

Alimentos com função reguladora

Com a idade, é comum que o intestino perca um pouco de sua força muscular e que a digestão não seja tão eficiente quanto antes. Para reverter este quadro, é importante incluir no prato alimentos que ajudem a facilitar a digestão e a garantir a boa absorção de nutrientes pelo organismo. Estes são os alimentos reguladores! Entre eles, estão: o chuchu, o brócolis, a acelga, a manga, a goiaba e o morango.

Derivados do leite

O leite é um exemplo de alimento que é facilmente absorvido e digerido pelo organismo. Além disso, ele é fonte de cálcio, um nutriente essencial para o fortalecimento dos ossos e das articulações. Na terceira idade, são comuns os problemas relacionados aos ossos (como a osteoporose) e às articulações (como a artrite). Por isso, é essencial garantir que o organismo receba uma boa quantidade de cálcio. Para uma alimentação saudável, indique as versões desnatadas e pelo menos quatro porções por dia.

Alimentos que sejam fonte de energia

Para garantir que os seus pacientes terão boa disposição física para fazer as mais variadas atividades, é preciso orientá-los a ingerir porções diárias de alimentos com função energética. Alimentos ricos em carboidratos são conhecidos por serem fontes de energia. Por isso, devem ser indicados alimentos como a aveia, o milho, o mel, a geleia e o arroz (melhor ainda quando integral, já que alimentos integrais proporcionam uma série de benefícios para o corpo – inclusive a de regular o intestino).

Alimentos ricos em zinco

O zinco é um alimento que pode ser encontrado em alimentos oleaginosos, como a castanha, as nozes e a carne. Ele traz benefícios especialmente importantes na terceira idade: ajuda a melhorar a percepção e a fortalecer os cinco sentidos. Além disso, para os homens, este é um nutriente que ajuda a manter o tamanho da próstata (a tendência é que o órgão aumente com a idade).

Hidratação frequente

Na terceira idade, a boa disposição física também depende da hidratação do corpo. Recomende que os seus pacientes bebam uma boa quantidade de água durante o dia. Chás claros e a água de coco – mais agradáveis para o paladar – podem ser boas alternativas para pacientes na terceira idade.

Acompanhe de perto a dieta de seus pacientes e potencialize os resultados alcançados! Conheça a solução Dietbox

Deixe uma resposta