Como funciona o trabalho de personal diet

O modo de se alimentar de um indivíduo reflete diretamente seu estilo de vida e hábitos culturais, principalmente aqui no ocidente. A cultura alimentar para esses lados está fortemente ligada aos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis como diabetes mellitus, obesidade, hipertensão arterial e até mesmo o câncer. Isso sem levar em conta a deficiência de micronutrientes que muitas vezes não é detectada, independentemente das condições socioeconômicas das pessoas.

Nos últimos anos observamos um crescimento surpreendente do interesse da sociedade em uma alimentação saudável. Entretanto, os dados clínicos ainda mostram que os índices de adesão dos pacientes a uma reeducação alimentar são baixos, pois muitas envolvem restrições alimentares e mudanças tão radicais nos hábitos que são complicadas de seguir por muito tempo. Exceto, é claro, para aquelas pessoas que necessitam alterar a dieta por questões patológicas. A partir desse quadro, começaram a surgir áreas da Nutrição especializadas em atender de perto o paciente/cliente que deseja ou necessita de uma reeducação alimentar.

Nutrição personalizada

Um dos tópicos mais discutidos dentro da área de Nutrição é como convencer um paciente a reestruturar seu padrão alimentar e incentivar que o mantenha por toda a vida. Ambulatórios e consultórios particulares onde atuam nutricionistas são os que auxiliam esses indivíduos que precisam aprender a se alimentar melhor, seja por qualquer motivo. Não englobam os atendimentos feitos durante as internações nos hospitais e seu maior foco é a educação nutricional.

Há muitos anos a assistência domiciliar faz parte das atribuições do nutricionista, e esse ramo inclui o trabalho de personal diet, especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Nutricionistas (Resolução CFN N° 383/2006).

Quais são os benefícios de um atendimento personalizado?

O foco principal dos profissionais que optam por essa área é o atendimento personalizado. O paciente pode receber o nutricionista em sua casa para receber orientações em diversos aspectos:

  • Cardápio especialmente feito pensando em toda a família ou em apenas um dos componentes;
  • Acompanhamento durante as compras no supermercado ou feira;
  • Treinamento culinário para quem prepara as refeições da casa;
  • Organização da geladeira e armários;
  • Orientação sobre os melhores métodos de congelamento e armazenamento;
  • Aulas de culinária para toda a família que podem incluir preparações de lanches saudáveis, sucos e outras sugestões simples e práticas;
  • Acompanhamento nutricional de clientes com restrições alimentares específicas (diabéticos, hipertensos, pós-cirúrgico, idosos, problemas gástricos, etc.);

O objetivo é que a inserção de um novo cardápio e de novos hábitos alimentares seja mais efetiva e prática, ao invés da consulta apenas em consultório. O nutricionista pode oferecer encontros semanais, quinzenais ou mensais, dependendo da disposição e vontade do cliente. Durante as visitas, o nutricionista vai verificar diversos pontos que podem influenciar os maus hábitos alimentares do paciente, por exemplo, o grande consumo de alimentos industrializados, acesso aos alimentos frescos, conhecimento sobre boa alimentação, tempo disponível e objetivos.

A oportunidade de ter acesso ao dia a dia, conhecer o ambiente de convívio, a forma como os alimentos são consumidos e o envolvimento direto com a rotina do cliente diferencia a atuação do personal diet. Softwares de nutrição, como o Dietbox, auxiliam muito esse tipo de atendimento clínico. É uma ferramenta que proporciona um serviço completo, como emlaboração de cardápio, inserção de dados para avaliação física, envio de receitas, troca de e-mails, além de dispor de um aplicativo gratuito para smartphones que permite acesso do paciente aos seus dados e ainda um contato direto com a nutricionista.

E você? Já pensou em trabalhar como personal diet em sua casa? Conte para a gente!

Referências

de Almeida-Bittencourt PA, Ribeiro PSA, Naves MMV. Estratégias de atuação do nutricionista em consultoria alimentar e nutricional da família. Rev. Nutr. vol.22 no.6 Campinas Nov./Dec. 2009.

Conselho Federal de Nutricionistas. Resolução CFN N° 383/2006.

4 thoughts

  1. Como amo a nutrição!
    Sou estudante, e estou indo para o 8° semestre. E uma das áreas além da nutrição esportiva, que eu desejo me especializar é personal diet. Será que são áreas promissoras?

  2. Com certeza, desejo atuar como personalidade diet e gostaria de receber informações sobre esse software de nutrição.

Deixe uma resposta